Repositórios mantidos pelo COS em risco; surge o servidor de preprints da Scielo

 

Tempo de leitura: 1 min

A mensagem em exibição na página inicial do MarXiv, um repositório de preprints mais focado em questões ambientais, causou surpresa: “Submissions for Marxiv are now closed. Existing preprints will be maintained by COS as part of the long-term data preservation plan”.  Logo abaixo a informação de que o MarXiv é “Powered by OSF Preprints“.

OSF é a sigla para Open Science Framework, a infraestrutura de software desenvolvida e mantida pela empresa Center for Open Science (COS), que disponibiliza entre várias ferramentas a OSF Preprints.

A explicação para se entender o aviso na home page do MarXiv pôde ser lida alguns dias depois numa  nota no Nature Briefing: que repositórios de preprints bem conhecidos, hospedados pela Center for Open Science (COS) correm risco de fechar em decorrência de problemas financeiros.

Quem paga?

Para o COS, os custos com a parte voltada para preprints chegarão em 2020 a US$230.000 e o dinheiro das fundações privadas neste ano não será suficiente para manter a plataforma do COS.  Para os repositórios/servidores no COS,  em geral gerenciados por trabalho voluntário, passa a valer em 2020 o pagamento de uma taxa anual que pode alcançar alguns milhares de dólares norte-americanos. A taxa básica anual de 1000 dólares  não é fixa: aumenta à medida em que aumentam as submissões ao repositório. Cerca de 6000 submissões correspondem a uma taxa de cerca de US$25.000. Com mais de 16.500 submissões anuais, o INA-Rxiv , por exemplo, promete limitar o número de submissões para diminuir os custos.

Num outro cenário…

Por outro lado, em 28 de fevereiro último, a Scielo anunciou o lançamento   da versão beta do Open Preprint Systems (OPS),  armado com as especificações e financiamento inicial do SciELO, juntamente com um financiamento generoso de um doador da Universidade de Stanford” (PUBLIC KNOWLEDGE PROJECT, 2020). A  operação regular deve ter início em junho de 2020.

Preprints e arquivos de dados de pesquisa relacionados a artigos publicados pelos periódicos SciELO podem residir em qualquer um dos servidores de preprints confiáveis e reconhecidos, e nos repositórios de dados de pesquisa. O SciELO também operará um repositório central de dados de pesquisa e um Servidor Central de Preprints, com as possibilidades de que as coleções da Rede SciELO operem seus próprios Servidores de Preprints e repositório de dados. (PACKER & MENDONÇA, 2020)


Mais sobre preprints neste Blog?


 Mallapaty, Smriti. Popular preprint servers face closure because of money troubles. Nature News, 13Fev2020. https://www.nature.com/articles/d41586-020-00363-3?utm_source=Nature+Briefing&utm_campaign=a5478813af-briefing-dy-20200213&utm_medium=email&utm_term=0_c9dfd39373-a5478813af-44329949

PACKER, A.L. & MENDONÇA, A. A via para os preprints (Parte 2): O Servidor de Preprints do SciELO [Publicado originalmente no site do PKP em março/2020] [online]. SciELO em Perspectiva, 2020 . Available from: https://blog.scielo.org/blog/2020/03/09/a-via-para-os-preprints-parte-2/

PUBLIC KNOWLEDGE PROJECT. A via para os preprints (Parte 1): Introdução ao Open Preprint Systems [Publicado originalmente no site do PKP em fevereiro/2020] [online]. SciELO em Perspectiva, 2020 . Available from: https://blog.scielo.org/blog/2020/03/03/a-rota-para-os-preprints-parte-1/

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s