Se não é o leitor … Parte 4: Brasil

 

A via dourada possibilitada pelo Programa SciELO

No Brasil, a maior parte dos periódicos de qualidade é publicada em AA. [….] . Este modo de publicação foi viabilizado no Brasil e demais países da América Latina graças a dois motivos principais: primeiro, o fato de a maioria dos periódicos serem editados por sociedades ou associações científicas ou instituições universitárias sem fins lucrativos, que fazem uso das contribuições dos seus associados e de subsídio governamental para custear as publicações; e, segundo, ao Programa SciELO criado em 1998. [….] No Brasil, por exemplo, a operação da coleção SciELO é financiada em 90% pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e 10% pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O CNPq e a CAPES financiam o Programa de Apoio à Editoração e Publicação Científica. No Chile, o SciELO é financiado pela Comisión Nacional de Investigación Científica y Tecnológica de Chile, no Mexico pelo Consejo Nacional de Ciencia y Tecnología, na Africa do Sul pelo Department of Science and Technology e apoiado pelo Department of Higher Education and Training, etc. (Nassi-Calò, 2013)

 As publicações periódicas acadêmicas:  “favela” vs. “boa vizinhança”?

Em 2015 o bibliotecário Jeffrey Beall, mais conhecido por sua lista de editores e de periódicos predatórios (que ele próprio tirou do ar em janeiro de 2017)*, comparou a SciELO e também a Redalyc) a uma favela — seja lá o que isso significa exatamente.

Dentre os defeitos dessa plataforma, “Many North American scholars have never even heard of these meta-publishers or the journals they aggregate. 

Às favelas do AA SciELO e Redalyc Beall contrapôs a “boa vizinhança” para a publicação de artigos: as editoras comerciais.  E concluía:

There are thousands of unaffiliated, unknown open-access journals published all over the world that are very effectively hiding the research they publish, despite being OA. Their content is not indexed (except perhaps in Google Scholar, a database poisoned by fringe science), and it’s just sitting there with little value added to it. Much of it will disappear over time. Because copyright of the articles is retained by authors, there may be little future interest in maintaining, publishing, and promoting the content.

As respostas não se fizeram esperar e assinalaram o quanto de preconceito pelo que não é norte-americano, europeu e em inglês estava presente na postagem de Beall.  Ver, por exemplo:

VELTEROP, J. A área cercada da ‘boa’ vizinhança da publicação de Jeffrey Beall 

ABRASCO. Moção de repúdio ao ataque classista do Sr. Jeffrey Beall ao SciELO

HCMS. HCSM junta-se ao coro contra o ataque de Jeffrey Beall ao SciELO

SCIENTIFIC ELECTRONIC LIBRARY ONLINE. Nota de repúdio ao artigo “Is SciELO a Publication Favela?” de autoria do Sr. Jeffrey Beall [online].


*Nota: A página BEALL’S LIST OF PREDATORY JOURNALS AND PUBLISHERS apresenta uma versão arquivada da lista com atualizações, disponível em  https://beallslist.weebly.com/ 

Referências

Beal, Jeffrey. 2015.  Is SciELO a Publication Favela?  https://www.emeraldcityjournal.com/2015/07/is-scielo-a-publication-favela/

NASSI-CALÒ, L. Quanto custa publicar em acesso aberto? [online]. SciELO em Perspectiva, 2013 .  https://blog.scielo.org/blog/2013/09/18/quanto-custa-publicar-em-acesso-aberto/

SCIENTIFIC ELECTRONIC LIBRARY ONLINE. Nota de repúdio ao artigo “Is SciELO a Publication Favela?” de autoria do Sr. Jeffrey Beall [online]. SciELO em Perspectiva, 2015 . https://blog.scielo.org/blog/2015/08/25/nota-de-repudio-ao-artigo-is-scielo-a-publication-favela-de-autoria-do-sr-jeffrey-beall/

VELTEROP, J. A área cercada da ‘boa’ vizinhança da publicação de Jeffrey Beall [online]. SciELO em Perspectiva, 2015 . https://blog.scielo.org/blog/2015/08/01/a-area-cercada-da-boa-vizinhanca-da-publicacao-de-jeffrey-beall/

Wikipedia contributors. (2018, September 6). Jeffrey Beall. In Wikipedia, The Free Encyclopedia.  https://en.wikipedia.org/w/index.php?title=Jeffrey_Beall&oldid=858350838

[Parte 1] [Parte 2] [Parte 3] [Parte 4]

Anúncios